Scroll to top
© 2018, Desenvolvido por Maisify
Partilhar

10 dicas para treinar a partir dos 40 anos.


Corpo Perfeito - 24 Outubro, 2019 - 0 comments

A população que passa dos 40 anos tem-se tornado cada vez mais adepta das atividades físicas. Isto verifica-se essencialmente pelos benefícios que ela traz para a saúde. No entanto, nem todas as pessoas tomam esta iniciativa.

Mas a boa notícia é que ainda vai a tempo, pois nunca é tarde para começar.

Deste modo, para ajudar aqueles que estão quase a chegar aos quarenta anos, vamos salientar algumas dicas de como ter um treino eficiente nesta faixa de idade.

Dica 1: Faça um treino generalista

O próprio nome já diz: treino. Então, deve-se treinar todos os membros musculares, superiores e inferiores.

Já ouviu falar em desproporção? Pois é! Homens, por exemplo, muitas vezes deixam de treinar as pernas. Isso tem uma implicação que vai além da estética. Realizar treinos somente de membros superiores, faz com que o corpo reduza a secreção hormonal, porque o esforço fica concentrado somente em determinadas regiões.

Desta maneira, o treino generalista é a melhor forma de evitar problemas que provocam a perda de força e massa muscular.

Dica 2: Tenha cuidado com as articulações

É muito comum vermos nas salas de musculação pessoas acima dos 40 anos a treinar erradamente, ou seja, sem saber executar o movimento corretamente. Este erro vai comprometer a qualidade não só do treino, mas como também das articulações. Por isso, é preciso ter cuidado com a execução de cada movimento.

Recomenda-se também que atividades de flexibilidade como o pilates é uma boa opção de complemento na musculação. O mesmo ajudará a conquistar a postura correta.

Dica 3: A periodização é fundamental

Para ter bons resultados e manter a saúde em dia, vale a pena periodizar os treinos: realizar ciclos de força e resistência. Este facto deve-se pelo organismo trabalhar e adaptar-se de modo lentamente.

Dica 4: Aposte em exercícios de flexibilidade

Com o passar dos anos o corpo humano acaba por perder a flexibilidade, um fator fundamental nos treinos de musculação. Por consequência, quem é sedentário tem zero flexibilidade, o que prejudica a qualidade do treino. 

Dica 5: Foque-se na qualidade dos movimentos

Como a maioria das pessoas desta faixa etária, realizam os exercícios de forma errada, o ideal será realizar treinos acompanhados para o Personal Trainer ensinar desde o início, para aprender do zero. Controlar o movimento e fazê-lo concentradamente é a chave para iniciar o treino corretamente.

Em seguida, depois de aprender todas as técnicas, pode ir aumentando gradualmente as cargas.

Dica 6: Fortaleça os componentes de base

Quem não costuma realizar atividades físicas ou nunca realizou, tem os tendões e articulações mais frágeis. Desta forma, indicamos fortalecer os componentes de base. Melhorar as condições como força e resistência deve ser prioridade no treino de um iniciante. As cargas devem ser adequadas e os movimentos também.

Dica 7: Utilize cargas progressivas

Depois de aprender as técnicas de execução dos exercícios, o ponto dois é focar-se nas cargas, tempo de descanso, séries e número de repetições.

Esse conjunto irá proporcionar o resultado desejado, seja ele aumentar massa muscular, manter ou definir.

Dica 8: Tenha um bom descanso

Descanso é bom e todas as pessoas adoram. Ah! E é excelente para quem faz musculação, pois a recuperação é fundamental. Ter um bom descanso vai trazer inúmeros benefícios ao corpo. 

Dica 9: Opte pela musculação

O treino resistido é mais eficaz relativamente à funcionalidade, do que o treino aeróbio. Por isso, caso tenha de escolher, não pense duas vezes e opte pela musculação.

Dica 10: Tenha cuidado com a alimentação

Dissemos em várias partes deste texto que o organismo fica mais lento após uma certa idade. Com isso, é muito importante seguir uma dieta equilibrada para não engordar e manter o peso. 

Não é porque está a treinar que deve comer à vontade. Muito pelo contrário, aliando a alimentação saudável a um treino específico, os resultados serão prazerosos. Por isso, marque consulta com as nossas nutricionistas. 

Para finalizar, ter uma rotina de treino é o ideal para atingir qualquer tipo de objetivo, principalmente depois dos 40 anos, pois muita coisa muda no organismo.

Para quem tem o hábito de praticar exercícios físicos com frequência, já percorreu meio caminho. O motivo é a qualidade de vida, saúde, longevidade e boa forma.

Em função disso, o que não pode faltar é uma dedicação diária e um acompanhamento profissional, tanto para a alimentação como para o treino. Ambos precisam ser específicos de acordo com a particularidade de cada indivíduo, pois só assim as metas serão alcançadas.

Portanto, antes de pensar em desistir ou desmotivar-se porque está “muito velho” para “puxar ferro”, lembre-se de que pode chegar aos 40 anos com um corpo saudável e escultural.

Related posts