Scroll to top
© 2018, Desenvolvido por Maisify
Partilhar

Exercício na gravidez!


Corpo Perfeito - 16 Janeiro, 2019 - 0 comments

 

A gravidez não deve ser entendida como um estado de infinitas limitações e as mulheres que tenham gravidezes de baixo risco devem ser incentivadas a iniciarem ou a continuarem a envolver-se em actividades físicas, visto que essa prática faz parte de um estilo de vida saudável, o que é benéfico tanto para a futura mamã, como para o bebé que esta carrega.
 
No entanto, há que ter em consideração que cada mulher é um caso e que por essa razão se devem aconselhar primeiro junto do seu médico obstetra, sendo que aquelas que nunca praticaram uma actividade física anterior à gravidez devem aguardar pelas 12 semanas para então iniciarem algum desporto. Já as “atletas” mais regulares, no período anterior à gravidez, podem continuar a praticar actividade física no primeiro trimestre com as devidas alterações e acompanhadas por um profissional especializado.
 
Benefícios do exercício físico durante a gravidez:
. Melhoria da condição física global;
. Melhor adaptação cardiovascular à nova situação hemodinâmica;
. Prevenção da diabetes gestacional e do aparecimento de varizes;
. Um menor aumento de peso corporal e adiposidade;
. Promoção de uma postura correta durante a gravidez e, consequentemente, a
prevenção de lombalgias;
. Melhoria da imagem e uma recuperação mais rápida no pós-parto.
 
Principais recomendações:
– Evitar as posições de decúbito dorsal (deitada de costas após o primeiro
trimestre).
– Esta posição está associada a uma diminuição no aporte de sangue ao feto;
– Evitar longos períodos de pé sem movimento;
– Reforçar a hidratação e uma alimentação saudável;
– Não praticar actividades físicas que envolvam impacto, risco de queda, actividades de mergulho ou outras que possam oferecer riscos de traumas;
– Evitar actividades competitivas.
 
PT Ricardo Alves
 

Related posts