Scroll to top
© 2018, Desenvolvido por Maisify
Partilhar

Para lá da côdea


Corpo Perfeito - 7 Março, 2019 - 0 comments

Para lá da côdea
O pão na Roda da Alimentação Mediterrânica
O pão integra o grupo cereais, tubérculos e frutos amiláceos na Roda da Alimentação Mediterrânica.
> A porção diária recomendada para este grupo de alimentos é de 4 a 11 porções.
> Uma porção corresponde a: 1 pão (50 g); 1 fatia fina de broa (70 g); 1 e ½ batata – tamanho médio (125 g); 5 colheres de sopa de cereais de pequeno-almoço (35 g); 6 bolachas – tipo Maria/água e sal (35 g); 2 colheres de sopa de arroz/massa crus (35 g); 4 colheres de sopa de arroz/massa cozinhados (110 g)

Cuidados na compra:
O pão deve apresentar aspeto fresco, sem manchas e sem humidade.
> Optar por pães sem adição de açúcar e/ou gordura.
> Escolher o pão mais indicado às especificidades individuais (p. ex.: doentes celíacos – pão sem glúten) e preferência organolética.
> Escolher, idealmente, o pão produzido a partir de farinhas menos refinadas. Há pães que têm cereais na parte exterior e são produzidos com farinhas de grãos refinados.
> Levar um saco de pano para adquirir o pão, evitando o uso do papel e/ou plástico.

Cuidados no armazenamento:
> Deve ser conservado num local fresco e seco dentro de uma caixa hermética.
> Não deve ser conservado no frigorífico porque fica duro mais rapidamente.
> Se o pão for confecionado em casa ou adquirido quente deve ser arrefecido completamente até à temperatura ambiente, antes de ser armazenado.
> Congelar o pão fresco permite ter sempre disponível este produto, em casa.
> Dividir o pão em porções individuais nos sacos de congelação e armazená-lo, seguidamente, no congelador. No momento da descongelação deverá ser colocado no frigorífico até descongelar completamente. Para um descongelamento mais rápido poderá utilizar-se o micro-ondas.
Cuidados no consumo:
> Consumir a quantidade de pão adequada e ajustada às necessidades energéticas e nutricionais, de acordo com as recomendações da Roda da Alimentação Mediterrânica.
> Verificar o peso do pão para determinar a porção a consumir porque o pão integral tende a pesar mais do que o pão branco e, desta forma, o aspeto visual não define a quantidade da porção.
> Evitar acompanhar as refeições com pão. No entanto, se assim o pretender deve aconselhar-se sobre a quantidade a consumir com um nutricionista.
> Variar o pão consumido no dia a dia, idealmente as versões integrais, de modo a beneficiar de um conjunto mais alargado de nutrientes.
> Aproveitar as sobras de pão para a preparação de outras refeições (p.ex.: açorda, torrada, pão ralado), reduzindo-se o desperdício deste alimento.

Related posts